SEMINÁRIOS BRASIL E A ECONOMIA-MUNDO

16/05/2017 13:43

COMPLEXIDADE ECONÔMICA E HIERARQUIA NO SISTEMA INTERESTATAL

O estudo procura articular conceitos teóricos da Economia Política dos Sistemas-Mundo com a abordagem da economia da complexidade. A abordagem da EPSM ainda encontra dificuldades operacionais, no sentido de articular o conceito de cadeias mercantis com a estratificação do sistema interestatal, conforme proposto originalmente Wallerstein e depois Arrighi. O artigo mostra aproximações e semelhanças entre os conceitos de cadeias mercantis e complexidade econômica, e constrói uma nova metodologia a partir do Atlas da Complexidade Econmica para hierarquizar os países no sistema interestatal em centro, semiperiferia e periferia. Encontramos uma grande correlação entre índices de complexidade econômica (Proxy para cadeias mercantis) e nível de renda per capita para mais de uma centena de países. Também, a hierarquia do sistema interestatal no século XXI mostrou-se radicalmente diferente da encontrada por Arrighi em meados do século XX.

Marcelo Arend
Professor do Departamento de Economia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Adilson Giovanini(doutorando)
Programa de Pós Graduação em Economia/PPGEco da Universidade Federal de Santa Catarina

Glaison Guerreiro
Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Julimar da Silva Bicharra
Professor Universidad Autónoma de Madrid

Data: 22/05/2012

Horário: 14h30 horas

Local: Auditório do Departamento de Economia e Relações Internacionais
(CSE, 2º Andar, Bloco D, Sala 216)

Mais informações: fabio.padua@ufsc.br